Inscreva-se e receba grátis materiais exclusivos sobre empreendedorismo, negociação, vendas e muito mais!

Obrigado por se cadastrar!
Desculpe, mas algo deu errado. Por favor, tente novamente.

Quero abrir uma empresa. E agora? Se você ainda não possui sua empresa e precisa entender melhor como começar um novo negócio, saiba que o primeiro passo é entender qual é o seu perfil empreendedor. Dentro dos seus talentos e facilidade para realizar alguma tarefa, pode estar sua oportunidade de ganho. E se você já tem essa porta aberta, só precisa saber explorá-la.

No Brasil, são milhões de pessoas que trabalham de forma autônoma. Esse número só cresce a cada ano e demonstra o grande potencial que o brasileiro tem para o empreendedorismo. Mas, muita gente começa o seu negócio por meio de alguma dificuldade financeira, uns por falta de emprego e outros como fonte de renda extra para conseguir pagar as contas de casa.

Todas essas pessoas enxergaram o empreendedorismo como uma saída para os seus problemas financeiros, mas, muitas vezes, não estão preparadas para lidar com o mundo competitivo dos negócios.

Por isso, no post de hoje vamos falar um pouco sobre como abrir e regularizar a sua própria empresa. Esse será um grande passo e temos certeza que a partir daqui muita coisa vai mudar na sua vida e nos seus negócios. Vamos evoluir juntos?

1 . Descubra quem é o seu cliente

 

conheca-5-dicas-para-abrir-o-seu-proprio-negocio-e-ser-independente-blog-acqio

 

 

Independente do ramo que você escolher, precisa saber quem vai ter interesse no seu produto ou serviço. Quando você identifica o cliente, fica muito mais fácil até para traçar estratégias de vendas mais assertivas e de grande impacto.

2 . Estude sobre a concorrência

 

conheca-5-dicas-para-abrir-o-seu-proprio-negocio-e-ser-independente-blog-acqio

 

Nunca abra um negócio sem estudar o mercado antes. Se o seu negócio for um ponto físico, veja como é o movimento do ponto comercial, verifique o fluxo de pessoas e quais as empresas estão por perto que podem virar seus clientes futuros.

Quando você resolve vender almoços, por exemplo, você precisa saber onde vende almoço, quem mais vende, qual é o preço praticado, e vários outros fatores que podem influenciar nas suas vendas.

 

3 . Formalize o seu negócio: obtenha um CNPJ

 

conheca-5-dicas-para-abrir-o-seu-proprio-negocio-e-ser-independente-blog-acqio

 

Obter um CNPJ é muito importante, tanto para regularizar a sua atividade, quanto para ter acesso a inúmeros benefícios oferecidos pelo mercado para portadores de CNPJ.

Hoje é possível cadastrar-se no MEI (Microempreendedor individual) até mesmo pela internet, com apenas alguns cliques!

 

4 . Verifique as burocracias de acordo com a sua atividade

 

conheca-5-dicas-para-abrir-o-seu-proprio-negocio-e-ser-independente-blog-acqio

 

Seguindo o exemplo do negócio de vendas de quentinhas, por exemplo, antes de ter toda a documentação para funcionamento, como alvará e também a inscrição no CNPJ, é essencial que você tenha a autorização da vigilância sanitária para vender suas refeições.

As autorizações são mesmo burocráticas e variam de negócio para negócio, mas não desista! Algumas autorizações fazem parte do funcionamento da sua empresa e no começo tudo será um pouco difícil, mas depois tudo vai dar certo. Confie no seu sonho!

 

5 . Obtenha uma maquininha de cartões

 

conheca-5-dicas-para-abrir-o-seu-proprio-negocio-e-ser-independente-blog-acqio

 

Esta é a última e mais importante dica, afinal, você precisa oferecer um meio de pagamento para os seus clientes. Concorda?

Não é aceitável que, nos dias de hoje, um negócio perca vendas por não contar com ao menos uma maquininha de cartões. Se você ainda não garantiu a sua maquininha, não perca tempo e adquira agora mesmo a sua maquininha de cartões. Tá?

Esperamos ter ajudado a esclarecer suas dúvidas básicas sobre como abrir o próprio negócio. Até a próxima!


Baixe gratuitamente