Como aumentar suas vendas com marketplace

Você sabe o que é um marketplace? Sabe como ele pode te ajudar nas suas vendas? Confira este artigo e descubra!

De acordo com o site E-commerce Brasil, o marketplace é um modelo de negócio que surgiu no Brasil em 2012, que também é conhecido como uma espécie de “shopping center virtual”. É considerado vantajoso para o consumidor, visto que reúne diversas marcas e lojas em um só lugar e facilita a procura pelo melhor produto e melhor preço.

Bons exemplos de marketplace são o site Americanas, a Amazon, a OLX e o Mercado Livre, além de muitas outras que você provavelmente conhece. Mas quais são as vantagens e desvantagens de um marketplace para você e o mais importante, como adentrar nesse “shopping online”?

Vantagens do marketplace

Se você quer aumentar a sua visibilidade, essa é uma das principais vantagens de estar em um marketplace. Afinal, a plataforma escolhida já possui nome no mercado, e, portanto, mais visualizações e acessos do que uma marca pequena, como pode ser o seu caso.

Para o PME, a questão da visibilidade de um marketplace conta muito. Significa menos tempo e dinheiro investindo na divulgação do seu negócio em outros canais, além de um alcance maior do que a sua empresa alcançaria, em um começo.

Mas não pense que isso dispensa o uso de canais: na era da pandemia, ter comunicação online conta muito, já que a jornada de compra do consumidor mudou e passou a ser bem mais digital do que antes.

Ao estar em um marketplace você também reduz seus custos para conquistar novos clientes.

Isso só é possível pois, ao estar em uma plataforma com tantas marcas, os custos de publicidade acabam sendo reduzidos. No geral, você negocia com o marketplace os valores acordados que são basicamente as porcentagens sobre lucros ou comissões de vendas, afinal ele fornece a vitrine para você expor seus produtos e, consequentemente, receber tráfego e visitação.

Além disso, você já “saí na frente” de muitos concorrentes. Ao estar em um marketplace, você pula as etapas de construção de marca e relacionamento com o cliente, pontos primordiais para a escolha da sua empresa.

No final, a compra só é decidida pela qualidade e preço, fazendo com que você possa competir de igual para igual com diversas empresas, de diversos portes.

Pontos fracos de estar em um marketplace

Pois é, nem tudo são rosas. Estrategicamente, pode ser uma ótima escolha fazer parte de um marketplace para conseguir visibilidade, credibilidade e maior número de pessoas procurando seu produto e te encontrando, porém, ao fazer parte de uma plataforma, você estará vinculando sua marca a este nome, o que pode gerar algumas desvantagens.

A primeira delas a se pensar é a questão da dependência deste canal e do formato de custos. O aumento das taxas, porcentagens sobre vendas ou comissões podem ser um fator que pesa no bolso, pois se sua loja funciona somente por desse canal, ela acaba sendo obrigada a se enquadrar nessa situação, como a variação e aumento de custos.

Outro ponto importante é que, ao estar dentro de uma plataforma, sua marca “perde a identidade”, pois a pessoa estará comprando naquele determinado site, então a compra, no final das contas, acaba levando o nome da plataforma em si, e não da sua marca. “Comprei produto X na Amazon”, mas não sabe qual foi a loja em questão que estava vendendo neste site, entende?

Equilíbrio e estratégia são tudo o que você precisa

Como sempre, será preciso estudar o seu negócio. Marketplaces são atalhos ótimos para vendas e visibilidade do seu negócio, assim como outras estratégias (como e-commerces, vendas através de redes sociais e outras formas), portanto, entenda o seu objetivo e estude as possibilidades.

E aí, já testou algum marketplace? Como foi a experiência? Conte para nós nos comentários!


ASSINE NOSSA NEWSLETTER