E-mail ou WhatsApp? Como aproximar a comunicação com o cliente

Uma coisa é certa: a comunicação com o cliente se tornou essencial durante a pandemia. A regra do “quem não é visto, não é lembrado” nunca se tornou tão real e, portanto, é preciso divulgar seus produtos, atender aos clientes e prospectar pelas telinhas mesmo. Mas como fazer isso de forma mais assertiva?

Numa loja física, um atendimento diferenciado e humanizado faz toda a diferença na hora da compra. O consumidor quer se sentir especial e ouvido, ao oferecer uma atenção a mais, como uma troca de conhecimento sobre o produto, um conselho de qual peça levar etc, essa aproximação com o cliente rende bons frutos, certo?

É o mesmo conceito que você deve levar para as suas redes sociais, talvez até com mais afinco, se quiser aproximar a comunicação com o cliente. Se, muitas vezes, numa loja física, o cliente já entra sabendo o que deseja comprar e não quer tanto papo, nas redes sociais ele não quer ser “bombardeado” apenas com anúncios.

Ou seja: se o seu feed for inteiramente de produtos, vendas e promoções, não há como estabelecer essa conexão com ele, já que tudo isso está se passando apenas através de um smartphone. Por isso, a dica é investir em conteúdo. Mas não em qualquer um: aposte em algo informativo, que gere essa troca que ele busca.

O segredo está em introduzir uma conversa que gere não só a venda final, mas despertar uma conexão real com seu público. Lembre-se que é muito mais fácil manter um cliente do que conquistar um novo!

Aproximar a comunicação com o cliente tem a ver com ferramentas certas

Para muitos, o WhatsApp já serve como canal de atendimento. Pizzarias e estabelecimentos de alimentação, principalmente, já o utilizam para realizar os pedidos e finalizar compras.

O WhatsApp, assim como o Instagram, possui sua versão business e, com ela, é possível inserir um catálogo para melhor demonstrar o seu produto, além de recursos que permitem otimizar, classificar e agilizar suas respostas.

Com o pagamento, não precisa ser diferente: quanto maior agilidade e comodidade, melhor. Por isso, com o app Lojistas da ACQIO, você já consegue gerar o ACQIO LINK e garantir que a compra e o pagamento sejam feitos na hora, com todas as opções de pagamento para o seu cliente escolher.

Muito mais do que likes nos canais sociais

Há quem pense que possuir um perfil da marca nas redes sociais só pode garantir o que vemos no nosso perfil pessoal: número de likes e comentários. Inclusive, muitas páginas ainda trabalham com essa concepção, esquecendo que o ambiente virtual também é negócio.

Por isso, utilizar redes sociais como vitrine é um bom começo, como é o caso do Instagram for Business, que pode ser uma boa vitrine para o seu negócio. As pessoas querem a experiência de conhecer o seu produto, portanto invista em boas fotos.

Uma dica é mostrar os itens que mais vendem, com legendas que tragam informações relevantes e que o consumidor quer saber. No Instagram for Business, há ainda a modalidade de inserir preços nas fotos, assim o seu cliente sabe o valor cobrado e pode ser direcionado diretamente para um e-commerce, se for o caso.

Essa vitrine é um poderoso chamariz para aproximar a comunicação com o cliente. Se fôssemos exemplificar com uma loja de roupas, expor a montagem de looks e apresentar pessoas reais os vestindo, seriam boas práticas para um conteúdo engajador de verdade e que serviriam como mostruário para a sua marca.

E-mail: poderoso, mas é preciso entendê-lo!

O e-mail pode ser novidade, caso você não esteja muito familiarizado com estratégias de marketing que não são básicas. É preciso entender algumas regrinhas para que você utilize esse importante meio de comunicação, mas não são tão difíceis quanto parecem ser.

Se você ainda não utiliza, uma boa dica é captar o e-mail de seus clientes que consentirem receber informações nesse formato através de um formulário. Pode ser tanto via e-commerce, quanto uma solicitação pelas redes sociais com uma chamada do tipo “se você quiser receber divulgações e promoções com antecedência, deixe seu e-mail conosco”.

Isso irá ajudar você a ter uma base inicial para quem mandar o e-mail marketing, que deverá ser disparado através de alguma plataforma, e aqui você tem acesso a uma boa lista de sites gratuitos ou de versões free para você escolher.

Após entender o funcionamento, é hora de montar sua estratégia. Você pode usar o e-mail tanto em formato de newsletter, informando sobre conteúdos pertinentes ao seu negócio (e aqui se você tiver um blog é muito eficaz para disseminar o conteúdo) ou em formato de vitrine, para vender suas promoções e produtos do mês ou semana.

Crie uma frequência no disparo, escolhendo entre as opções de envio semanal, quinzenal ou mensal, e prepare seu e-mail marketing com as promoções do mês para informar todos que consentiram em receber o e-mail, utilizando essa ferramenta como importante potencializador de vendas.

E você, o que usa normalmente para se aproximar do seu cliente? Conte para nós nos comentários!


ASSINE NOSSA NEWSLETTER