Capacitação  |  Educar  |  Empreendedorismo

Canais sociais para fazer mais negócio

Para micro, pequenos e médios empresários, a pandemia trouxe uma nova realidade: usar os canais sociais para continuar as vendas durante o isolamento social.

Para muitos, isso significou se reinventar. Entender como funcionava o universo digital e inserir o modelo de negócio em um formato que pudesse atingir mais e mais clientes.

Em pesquisa recente, foi demonstrado que atualmente, no mundo, já se soma 2 bilhões de usuários ativos diariamente nos canais sociais.
Para qualquer negócio que queira manter a conversa com o público em potencial, os canais sociais se tornaram ferramentas essenciais para acompanhar a jornada do consumidor.

Pense: na mesma pesquisa, foi demonstrado que 54% dos consumidores utilizam as redes sociais no momento da compra e 71% dos clientes que tiveram boas experiências afirmaram que recomendariam a marca para familiares e amigos.

Isso quer dizer que os canais sociais possuem um importante papel não só para a sua imagem enquanto marca, mas para fazer com que o cliente tome uma decisão de compra.

Muito mais do que likes nos canais sociais

Há quem pense que possuir um perfil da marca nas redes sociais só pode garantir o que vemos no nosso perfil pessoal: número de likes e comentários. Inclusive, muitas páginas ainda trabalham com essa concepção, esquecendo que o ambiente virtual também é negócio.

Por isso, utilizar redes sociais como vitrine é um bom começo. Reunimos aqui algumas dicas básicas para que você otimize – principalmente – o Instagram e o WhatsApp da sua empresa.

#Perfil Comercial nos canais sociais

Se você ainda não sabe o que é o Instagram for Business, nós te explicamos. Em 2016, a rede social desenvolveu as contas comerciais, com a finalidade de diferenciar um perfil pessoal do perfil de uma empresa, com outras funcionalidades para auxiliar na gestão do negócio.

Dentre as principais ferramentas que o Instagram for Business possibilita, está a inserção de informações como e-mail, telefone e endereço. Essas informações aparecem para os usuários como um botão de “contato” ao lado da foto do avatar, o que aumenta muito a conversão de clientes. Outra ótima funcionalidade da plataforma é ter acesso às métricas, o que pode te ajudar a entender como seu público está recebendo o seu conteúdo!

Confira o passo a passo para criar o seu perfil comercial no Instagram:

  1. acesse as configurações do seu perfil na plataforma;
  2. escolha a opção “Alternar para o perfil comercial”;
  3. marque a Fanpage do Facebook que deseja associar ao perfil comercial. Para não ter problemas na sincronização, configure seu perfil como “público”;
  4. em “Configurar seu perfil comercial”, insira seus contatos empresariais.

#Vitrine

Como dissemos antes, o feed do Instagram funciona como uma vitrine. As pessoas querem a experiência de conhecer o seu produto, portanto invista em boas fotos.

Uma dica é mostrar os itens que mais vendem, com legendas que tragam informações relevantes e que o consumidor quer saber. No Instagram for Business, há ainda a modalidade de inserir preços nas fotos, assim o seu cliente sabe o valor cobrado e pode ser direcionado diretamente para um e-commerce, se for o caso.

Essa vitrine é um poderoso chamariz. Se fôssemos exemplificar uma loja de roupas, expor a montagem de looks e apresentar pessoas reais os vestindo, seriam boas práticas para um conteúdo engajador de verdade e que serviriam como mostruário para a sua marca.

#Conversa vende

Numa loja física, um atendimento diferenciado e humanizado faz toda a diferença na hora da compra. O consumidor quer se sentir especial e ouvido, ao oferecer uma atenção a mais, como uma troca de conhecimento sobre o produto, um conselho de qual peça levar etc, essa aproximação com o cliente rende bons frutos, certo?

É o mesmo conceito que você deve levar para as suas redes sociais, talvez até com mais afinco. Se, muitas vezes, numa loja física, o cliente já entra sabendo o que deseja comprar e não quer tanto papo, nas redes sociais ele não quer ser “bombardeado” apenas com anúncios.

Se o seu feed for inteiramente de produtos, vendas e promoções, não há como estabelecer essa conexão com ele, já que tudo isso está se passando apenas através de um smartphone. Por isso, a dica é investir em conteúdo. Mas não em qualquer um: aposte em algo informativo, que gere essa troca que ele busca.

Se você comanda um salão de beleza, por exemplo, que tal falar sobre as tendências do mês? Comentar sobre os tipos de cortes recomendados para cada tipo de rosto? Mostrar o antes e o depois de uma boa manicure e pedicure? Há diversas ideias que podem servir.

O segredo está em introduzir uma conversa que gere não só a venda final, mas despertar uma conexão real com seu público. Lembre-se que é muito mais fácil manter um cliente do que conquistar um novo!

WhatsApp: como usar?

Para muitos, o WhatsApp já serve como canal de atendimento. Pizzarias e estabelecimentos de alimentação, principalmente, já o utilizam para realizar os pedidos e finalizar compras.

Aqui, é importante destacar a qualidade do atendimento. Considere criar boas práticas para que seus funcionários tenham um manual do que seria um atendimento ideal via redes sociais. As respostas – tanto no Instagram, quanto no Whats – contam muito na hora de fechar negócio.

O WhatsApp, assim como o Instagram, possui sua versão business e, com ela, é possível inserir um catálogo para melhor demonstrar o seu produto, além de recursos que permitem otimizar, classificar e agilizar suas respostas.

Com o pagamento, não precisa ser diferente: quanto maior agilidade e comodidade, melhor. Por isso, com o app Lojistas da ACQIO, você já consegue gerar o ACQIO LINK e garantir que a compra e o pagamento sejam feitos na hora, com todas as opções de pagamento para o seu cliente escolher.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Posts Relacionados