Capacitação  |  Crédito

Crédito para PMEs, BNDES libera R$5 bilhões

Anunciado no início de outubro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou um programa de crédito para PMEs  envolvendo as maquininhas de cartões.

De acordo com nota do próprio BNDES, o “objetivo da medida é fazer o crédito chegar na ponta com mais facilidade e contribuir para a retomada da economia”.

Como funciona o crédito para PMEs

O financiamento é feito por meio dos agentes financeiros que aderirem ao programa, sendo garantido por parte das vendas futuras registradas nos terminais de pagamento, com suporte dos recursos da União.

Como o crédito para PMEs já possui esta cobertura, o banco não exigirá aval ou outro tipo de garantia.

Para ter acesso ao crédito, o empreendedor deve ter realizado vendas de bens ou prestações de serviços por meio de cartões de crédito, débito ou cartões pré-pagos, e não ter operações de crédito ativas garantidas por recebíveis futuros.

Atenção ao fluxo de caixa

Foram 5 bilhões transferidos da União ao BNDES para o funcionamento do programa. Dependendo da demanda, uma segunda parcela de mesmo valor será aportada. O banco estima que, se todo o recurso for utilizado, pelo menos 200 mil empresas serão beneficiadas.

O micro e pequeno empreendedor deve ter atenção a dois pontos: o empréstimo será definido com base nas vendas do tomador, ou seja, não pode superar o dobro da média mensal das vendas entre março de 2019 e fevereiro de 2020, sendo que o limite será de 50 mil reais.

Além disso, a taxa de juros não será fixa e não pode ultrapassar 6% ao ano. O empréstimo terá carência de seis meses, já o prazo, será de 36 meses. O programa acontecerá até 31 de dezembro deste ano.

Para saber mais, clique aqui.

Conheça também o programa de crédito para PMEs da ACQIO

De acordo com o CEO da ACQIO, Felipe Valença, “devido ao cenário de crise que a pandemia de Coronavírus trouxe para o País, ACQIO Crédito chega para que todos aqueles que necessitem desse serviço possam contar com um crédito de qualidade e seguro. Essa nova solução ACQIO surge para que a economia, mesmo que mais lenta, continue a girar”.

Esse novo produto começou a ser oferecido ao mercado no início de maio. Os mais de 1.700 franqueados ACQIO poderão apresentar o ACQIO Crédito; que conta com crédito pessoal com garantia de veículo ou de imóvel à todos os que necessitam de capital.

Por isso, é importante entender que, principalmente durante essa retomada comercial que estamos tendo em algumas cidades, renegociar dívidas pode ser o primeiro foco para que a sua empresa saia do vermelho.

De acordo com o SEBRAE, negociar com os fornecedores pode ser um bom começo. Isso porque eles são fundamentais para que uma empresa consiga manter seu estoque e possa continuar a  oferecer produtos com qualidade.

Quando um elo da cadeia produtiva não vai bem, isso acaba afetando todos os demais. Por isso, o seu fornecedor tem interesse que a sua empresa continue competitiva.

Como funciona o empréstimo pessoal ACQIO Crédito?

O empréstimo pessoal é voltado para pessoas físicas. Pessoas que tenham veículos ou imóveis que se enquadrem nos requisitos do nosso parceiro.

Com valores que se iniciam em R$ 5 mil e que podem chegar a R$ 3 milhões; o prazo de pagamento – é mais um diferencial – se estendendo de 18 até 180 meses, tendo uma carência de até 90 dias para pagamento.

Além disso, esse crédito pessoal é oferecido para todas as pessoas físicas que necessitem de capital. Não se restringe apenas aos lojistas  ACQIO. Todos poderão ter acesso a um crédito pessoal com a menor taxa de juros do mercado. Isto possibilita maior fôlego para pagamento.

“Esse serviço será muito bom para analisarmos o comportamento do mercado. Isso porque vem de encontro ao DNA da Acqio, que é realizar os sonhos, tanto dos pequenos empreendedores, que terão mais ferramentas para alavancar os seus negócios, quanto de milhões de pessoas que buscam oportunidades para alcançar novos objetivos”, salienta Felipe Valença.

Converse já com um de nossos franqueados para saber mais sobre o Acqio Crédito.

Fonte: Exame

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Posts Relacionados