Capacitação  |  Educar  |  Empreendedorismo

O que é PIX? Entenda mais sobre com a gente!

A pergunta “o que é PIX?” já de ter passado pela sua cabeça. Esse novo meio de pagar e receber está dando o que falar. E provavelmente a instituição na qual você possui conta bancária já enviou alguma mensagem para você realizar seu cadastro.

De forma resumida o que o PIX será daqui para frente é, uma forma de pagamento instantânea, disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

De acordo com o Banco Central, é uma facilidade para o usuário, já que permitirá que “as transferências ocorram diretamente da conta de quem irá pagar para a conta de quem irá receber, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transações menores“.

Entendendo melhor o que é PIX

A novidade estará disponível para a população brasileira a partir de novembro de 2020, por isso as instituições já estão correndo para solicitar os cadastros da chave.

Por ser um meio novo de pagamento criado pelo Banco Central, agora transferências, pagamentos ou recebimentos irão ocorrer em menos de 10 segundos, apenas por aplicativos de celular. Da mesma maneira em que o TED e o DOC aparecem como opções de transação, o PIX também será uma alternativa.

A chave PIX vinculará a informação pessoal de cadastro (e-mail, celular, CPF/CNPJ ou chave aleatória) às informações da conta do cliente. Uma pessoa física pode ter até 5 chaves para cada conta da qual for titular. Pessoa jurídica, até 20.

Além de aumentar a velocidade com que as operações mencionadas são realizadas, o PIX aumentará a segurança e irá aprimorar a experiência dos clientes, promovendo maior inclusão financeira para as massas.

Como cadastrar a chave

O cadastro da chave PIX está disponível desde o dia 5 de outubro, porém as transações só começarão a ocorrer dia 16 de novembro. De acordo com o Banco Central, na primeira semana já havia mais de 600 instituições cadastradas para oferecer a novidade.

Para criar uma chave, a pessoa ou empresa precisará utilizar uma forma de identificação: CPNJ, CPF, e-mail, número de telefone celular ou uma chave aleatória. Essa última é uma forma de receber um PIX sem precisar informar dados pessoais. Ou seja, funcionará como um login, um conjunto de caracteres que identificará a conta do destino destes recursos.

O registro deve ser feito nos canais de acesso da instituição financeira em que a pessoa possui conta, e isso pode ser feito via App do celular, internet banking ou até mesmo nas agências. Cada instituição deve avisar como proceder e, após o cadastro, enviar um código pelo número de celular ou e-mail cadastrado. Na sequência, este mesmo código deverá ser inserido no canal de acesso disponibilizado pela instituição financeira ou de pagamento, junto com uma forma de autenticação digital (como solicitação de senha, biometria, reconhecimento facial, entre outros).

Vantagens do PIX

O PIX causará impacto para os pequenos negócios, já que o custo de adesão será menor que dos demais meios eletrônicos. Haverá também a disponibilização imediata dos recursos, o que reduzirá necessidade de crédito, além de facilitar a automatização e conciliação de pagamentos, e a rapidez de checkout.

O serviço será gratuito para pessoas físicas, inclusive MEIs (Microempreendedor Individual), podendo ser cobrados pelo uso em dois casos:

  1. Quando receberem recursos via PIX para pagamento por venda de produto ou por serviço prestado;
  2. Se usarem os canais presenciais ou de telefonia para realizar um PIX (quando os meios eletrônicos estiverem disponíveis). Ou seja, quando fecharem transações no próprio estabelecimento, sem utilizarem o aplicativo do celular.

PIX na ACQIO

Faça o pré-cadastro da sua chave PIX na Acqio agora mesmo!


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Posts Relacionados