Inspiração

Qual é a importância do empreendedorismo feminino?

O que difere o empreendedorismo do “empreendedorismo feminino“? Talvez essa pergunta já tenha passado algumas vezes na sua mente, e há quem ache a expressão até sem sentido. Mas ela carrega consigo uma mudança socioeconômica que vai muito além do empoderamento da mulher. Quer saber como?

Bom, primeiramente, de acordo com os dados do próprio SEBRAE, as mulheres donas dos próprios negócios hoje representam 48% dos microempreendedores individuais (MEI), atuando principalmente nos setores de beleza, moda e alimentação.

De dois anos para cá, a proporção de “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%, ou seja, o empreendedorismo feminino possibilitou que muitas dessas mulheres – que antes atuavam como donas-de-casa e/ou mães – pudessem começar a prover o lar e trazer melhor condição financeira para a família.

Reflita um pouco nesses dois importantes dados. Elas representam, atualmente, quase metade dos empreendedores do Brasil e estão conquistando um espaço em casa que ainda hoje é considerado o “papel do homem”. Isso não significa apenas uma emancipação, mas também um crescimento econômico muito importante para o país, já que agrega outros empregos e movimenta a economia. São 9,3 milhões de mulheres à frente de uma empresa no Brasil, representando 34% de todos os donos de negócios do país.

Transformação social

Ainda de acordo com as pesquisas do SEBRAE, o local de funcionamento do negócio atinge a porcentagem de 55,4% de mulheres sediadas em casa para trabalhar.

É importante destacar que, dentre as principais motivações para empreender, estão a necessidade de ter outra fonte de renda ou para adquirir independência financeira. Isso vem muito de encontro quando falamos na busca novas formas de “dar conta” dos diversos papéis femininos que a mulher necessita lidar, tais como mãe e dona-de-casa, que, querendo ou não, são outras jornadas de trabalho não-remuneradas.

Ou seja, numa atual crise financeira, onde os salários são desiguais e há inúmeros casos de assédio e machismo dentro dos ambientes profissionais, muitas dessas mulheres buscam iniciar com seus próprios pés seus negócios em áreas que elas possam crescer. Não só para ajudar financeiramente dentro de casa, mas também para criar sua própria rotina e ter mais tempo com a família, principalmente.

Desafios do empreendedorismo feminino

Mas não pense que só porque são líderes e donas dos seus próprios negócios que a situação mudou. O tal do “empreendedorismo feminino” se faz ainda mais importante de ser apoiado e levado em consideração. Principalmente quando temos diversos dados que mostram as dificuldades de se empreender e ser mulher no Brasil.

Mais jovens que os homens, as donas de negócio têm 16% maior escolaridade que eles, mas ganham, em média, 22% a menos na mesma posição profissional. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por exemplo, em 2018, empreendedores tiveram um rendimento mensal médio de R$ 2.344,00. Já o rendimento das mulheres ficou em R$ 1.831,00. Além disso, têm valores de empréstimos concedidos de R$ 13.071 menor do que os homens, sendo que pagam taxas 3,5% maiores que eles.  O acesso ao crédito e linhas de financiamento é, nesse sentido, desfavorável. Nem os índices de inadimplência femininos servem para gerar uma redução de juros, pois são mais baixos que os de homens.

Mesmo com esse cenário complicado, mulheres avançam cada dia mais no mercado de trabalho. Elas já lideram os setores de beleza e moda e, ao se formalizarem como MEI, garantem os benefícios que necessitam para adentrar no empreendedorismo que ainda hoje é visto como algo masculino.

A ACQIO já conta com mais de 100 mil empreendedores com suas maquininhas de cartão. Dentre eles, diversas mulheres que podem contar com a nossa empresa para garantir mais sucesso para o próprio negócio.

Ajudamos o empreendedorismo feminino e empreendedoras de diversos cantos do mundo a garantirem sua independência e liberdade. Assim, as ajudamos a garantirem uma vida com mais qualidade para si mesmas e para a sua família.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Posts Relacionados