Capacitação  |  Educar  |  Empreendedorismo

Vantagens do NPS para o seu negócio

Alguma vez você já escutou falar sobre Net Promoter Score, ou NPS? Em tradução livre, o “Índice Líquido de Promotores” é uma métrica específica que foi criada para medir a satisfação do cliente com o seu negócio.

Ou seja, aplicar a NPS no seu negócio significa poder descobrir como é a jornada do consumidor, e assim, poder identificar o que pode ser melhorado.

Isso é ótimo, principalmente em um período onde o empresário precisa ser mais assertivo para realizar suas vendas e aumentar sua receita, fidelizando cada vez mais seus clientes.

No artigo de hoje, te ensinaremos como aplicar o NPS na sua empresa. Confira!

Como aplicar o NPS em sua empresa

É importante entender que o NPS pode ser aplicado em diversos momentos da jornada de compra. Pode ser tanto transacional, ou seja, medido após a experiência de uma venda específica, ou relacional, quando avalia-se a experiência do cliente com a sua empresa de uma maneira geral e não em um momento determinado.

Um exemplo clássico da transacional é quando a pesquisa de satisfação é feita após o fechamento de uma compra online. Já a relacional ocorre em períodos espaçados, como trimestre ou semestre.

Como calculá-lo?

Normalmente, calcula-se o NPS baseado em apenas uma pergunta, sendo esta uma questão definitiva para que seu cliente possa avaliar sua empresa. Pergunta-se algo como “De 0 a 10, quanto você recomendaria a nossa empresa?” ou “De 0 a 10, como você avalia o nosso atendimento?”.

Dentro de uma pesquisa de NPS, os clientes são classificados em três partes (detratores, neutros e promotores) de acordo com a nota que eles dão para empresas que vai de 0 a 10.

Ou seja, quem dá a nota de 0 a 6 são considerados detratores, aqueles que estão insatisfeitos com a sua marca e, portanto, podem criticá-la para os outros. Já os que respondem 7 ou 8 são considerados neutros, não engajando com o seu negócio – nem criticam ou falam bem.

Os que marcam 9 ou 10 são promotores, aqueles clientes fiéis, que confiam na sua empresa e podem recomendá-la para outras pessoas.

Sabendo isso, agora é hora de aprender como realizar a conta do NPS da sua empresa. Seja a sua conta baseada no transacional ou relacional, é a mesma equação, ok?

– % de promotores – % de detratores = NPS

Perceba que os neutros não entram na conta e o resultado pode variar entre -100 e 100. Quanto mais perto de -100, pior é o seu NPS e quanto mais próximo de 100, melhor é o grau de satisfação da clientela.

Para realizar a conta com a porcentagem, é simples: se, por exemplo, você teve 100 respostas na sua pesquisa de NPS, e 60 foram de promotores e 30 de detratores, o cálculo ficaria assim:

– 60% de promotores – 30% de detratores = 30

Ou seja, a nota da sua NPS seria 30.

O que fazer com o NPS

A NPS pode servir como uma bússola para o seu negócio. Dependendo da resposta, pode-se traçar estratégias para aumentar a satisfação e, dependendo da pergunta que foi feita, realizar melhorias. Quanto mais específica ela for, melhor.

Por isso que uma boa dica é realizar perguntas que tenham a ver com a experiência do seu cliente , ou com o atendimento e, por fim, sobre a recomendação geral do seu negócio. É importante entender em quais pontos pode-se aplicar esse feedback de forma consistente.

A regra, entretanto, é simples: com os promotores, é interessante criar alguma ação para fidelizá-los, de forma que aumente sua NPS por conta de uma boa recomendação. Com os detratores, entender como agir em casos de crise de marca e procurar reverter a situação, seja resolvendo o problema com um bom atendimento pós-venda ou tentando iniciar uma conversa novamente.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Posts Relacionados